Qual hospedagem você deve usar?

OBS: post atualizado em 19/06/2020.

Esta é uma dúvida que sempre surge quando se está montando um site, por isso neste post quero ajudá-lo a escolher qual a melhor hospedagem, de acordo com a sua necessidade.

Então, vamos por partes, pois existem uma série de diferenças entre elas, a primeira é a hospedagem gratuita e a paga. No meu curso de “Como montar um site em WordPress” eu explico um pouco melhor a diferença, que é bastante considerável.

Mas vamos explorar um pouco neste post, a primeira grande diferença é que, geralmente, em uma hospedagem gratuita você não possui a opção de personalizar seu domínio, ou seja, imagine que o domínio é o endereço da sua casa, caso alguém digite no browser www. suacasa .com ele não será direcionado para seu site, pois a hospedagem gratuita modifica seu endereço deixando mais ou menos assim www. hospedagemgratuita.suacasa .com, percebe como seu site deixa de ser personalizado e você ainda acaba divulgando mais o serviço de hospedagem gratuita do que seu próprio site!

Não preciso nem dizer que hospedagem gratuita não é o melhor negócio, certo? Se você quer algo profissional para você ou para sua empresa invista, pelo menos um pouco, vale a pena.

Agora que você já entendeu que não vale a pena entrar em uma hospedagem gratuita, vamos explorar um pouco mais sobre os outros tipos de hospedagens pagas, elas se dividem em: hospedagem compartilhada, revenda de hospedagem, VPS, hospedagem cloud e servidor dedicado.

1. Hospedagem compartilhada

É a mais comum no mercado e a que eu indico em meu curso, pois é a mais usada no mercado. Basicamente você está alugando uma parte do servidor desta empresa. É a mais indicada para quem está começando com seu site ou blog e não possui um tráfego tão grande.

Algumas que indico pela qualidade, preço e confiabilidade:

Hostgator é uma das maiores empresas do mundo em hospedagem de sites. Fundada nos EUA possui filial no Brasil, oferece um dos melhores custo-benefício do mercado.

Outra, que recentemente comecei a usar e estou gostando bastante do atendimento, site no ar e também pelo preço é a Hostinger, uma empresa americana que já está no mercado desde 2004 e possui mais de 29 milhões de clientes.

Os preços também são bem compatíveis e até um pouco mais baixo que da HostGator, para você ter uma ideia, o plano mais básico para um site você paga apenas R$ 2,99 ao mês e pode ter 10% de desconto caso utilize o cupom “KLEBERDONADY”.

Estou utilizando e tenho gostado bastante, além do suporte estar sempre disponível. Por isso eu indico!

Atualmente eu uso as duas hospedagens, uma para alguns dos meus sites e outra para outros, em termos de desempenho tenho que analisar com mais tempo ainda.

Go Daddy também está no mercado há muito tempo e é a maior empresa de registros de domínio do mundo. Também americana, vem ganhando muito mercado por meio de descontos e políticas agressivas de preço.

2. Revenda de hospedagem 

Este tipo é para quem deseja ganhar dinheiro montando sites e alugando para outras empresas, neste tipo de hospedagem você pode colocar mais de um domínio e personalizar cada um deles de maneira diferente, neste caso você possui um pouco mais de espaço.

3. VPS – servidor virtual

O VPS é um tipo de hospedagem entre a compartilhada e o dedicada. Neste tipo você cria dentro do servidor uma máquina virtual que permite customizar praticamente todas as configurações, esta opção é ideal para quem possui um pouco mais de tráfego, pois você terá mais velocidade e espaço.

4. Hospedagem cloud

Neste caso você terá uma máquina virtual espalhada em diversos servidores na nuvem, ou seja, você não depende de apenas um servidor, assim você pode ter mais recursos e garantir melhor estabilidade de seu site. O custo desta hospedagem costuma ser maior que a compartilhada, por isso é recomendada para quem já possui grande tráfego e consegue rentabilizar seu site.

5. Servidor dedicado

Esta opção é como se você comprasse um terreno e construísse a sua casa do seu jeito, pois você não a divide com ninguém. Grandes empresas e quem tem muito tráfego mesmo é que costumam optar por esta solução.

Bom, agora que você já conhece um pouco mais sobre elas, basta analisar qual sua real necessidade, seu bolso e quais sua pretenções com seu site e escolher a que melhor se adequa a você!


Leave a Reply

Your email address will not be published.